quarta-feira, 6 de julho de 2011

COMO SERIA SE EU TIVESSE FEITO ESCOLHAS DIFERENTES????



Ontem, ao chegar em casa da minha caminhada rotineira, fui para um dos piores momentos da vida: nesse frio, entrar no banho e depois sair,. A TV ligada no Vale a Pena Ver de Novo, passava “O Clone”. Neste momento, me deparei com uma cena marcante, o ator Osmar Prado recitando, com maestria, esse poema:


"Quem escreverá a história do que poderia ter sido o irreparável do meu passado;
 Este é o cadáver.
 Se a certa altura eu tivesse me voltado para a esquerda, ao invés de para direita;
 Se em certo momento eu tivesse dito não, ao invés que sim;
 Se em certas conversas eu tivesse dito as frases que só hoje elaboro; Seria outro hoje, e talvez o universo inteiro seria     insensivelmente levado a ser outro também."
( Fernando Pessoa )

Há certos momentos que nós sentimos vontade de voltar pra trás, revermos a nossa história. É como relermos a página de um livro pra podermos entender melhor a história que está sendo contada e seguirmos adiante. Pois é, hoje acordei assim, pensativa sobre todos os passos que dei na vida até agora. Aos meus 30 anos fiz escolhas, mas, é como se eu perguntasse: Como seria se eu tivesse feito escolhas diferentes? Será que a verdadeira dor é a que nunca vamos descobrir? Esta dor é completamente reparável para mim, porque posso transformar as minhas opções e recriá-las, mesmo que seja de uma forma diferente.

 Houve alguns acontecimentos esta semana, desde o post passado, que me fizeram refletir. Fiz algumas escolhas ao longo da minha vida, momentos cruciais que me levaram a estar no ponto que estou hoje. É claro que houve oportunidades perdidas, feitos não feitos, ditos não ditos e erros cometidos. Mas cheguei a conclusão de que tudo rodou e me levou a estar exatamente onde, lá pelos meus 18 anos, escolhi estar.

Conheço pessoas que, quando converso, elas sempre usam o verbo no passado usam exemplos somente no passado: “sabe, quando eu estava na faculdade..; é, mas quando eu era mais jovem...; quando saía com a fulana..”. Parece que a felicidade e a vida só existiam ou quando elas eram assim, ou faziam isso e aquilo, ou estavam com alguém que hoje não estão mais.

Em um mundo em que a tecnologia impera, em que amizades são dividas em etapas, “esta é para conversar, esta é pra chorar, esta é para rir” etc. No qual vc tem resposta, em apenas poucos segundos, de um questionamento, conversa ou seja lá o que for, por e-mail. No qual moda e estilo são criados ao seu critério e não mais pelas revistas. Existem ainda, pelo menos ao redor da minha vida, um número considerável de pessoas que vivem lá, em algum lugar e que simplesmente não voltam mais. Acredito que é importante sim, você não bloquear o que sente só para não ter que lhe dar com as emoções, e saber o que te fez ser a pessoa que é hoje. Mas o importante é saber o agora e as escolhas que estão por vir. Aprender com o que deveria já ter aprendido e seguir em frente com as diversas opções pelo caminho. Como,já dizia meu sábio marido: LIÇÃO DADA, LIÇÃO APRENDIDA.

Queria emagrecer? Fecho a boca. Queria fazer exercícios e não tenho tempo? Ando a pé, faço caminhadas, subo escadas em vez de ir de elevador. Queria saber falar em público? Faço curso de oratória. Queria ter sido uma grande bailarina? Faço ballet. E é assim. As escolhas não são feitas somente na hora do vestibular, ou quando tem que responder sim ou não. São feitas ao longo da vida, no qual você decide se quer parar e se transformar ou não. Mas sempre tentando viver no presente. Fazer o presente acontecer. Isso se chama viver de verdade. Mude!!! Transforme!!!!Torne o impossível em diversas possibilidades!!!!

Sentimentos existem. Assim como amores, frustrações, arrependimentos, saudades. Mas temos que encarar essas emoções e dar um passo adiante através daquele passado que gostaríamos que estivesse novamente no futuro! Isso é possível! Sabe por quê? Porque estamos vivos!!!!!!!!!!!

Como disse uma pessoa que admiro muito, Patrícia Vanzolini: “Consulte não aos seus medos, mas as suas esperanças e sonhos. Pense não sobre suas frustrações, mas sobre seu potencial não usado. Preocupe-se não com o que você tentou e falhou, mas com aquilo que ainda é possível a você fazer. E o foco só depende da gente. Você pode optar por agir pensando no medo, no fracasso, no passado, e em tudo o que pode dar errado. E você pode agir pensando no futuro, nos sonhos, nos planos e em tudo o que você pode conseguir e enfim, transformar o seu presente.”.

Aproveitando, vai uma dica super especial: o filme “ A Procura da felicidade” com Will Smith, é divino , dignificante. Todos deveriam assistir.

Não quero ditar regras. Não quero falar como cada um deve seguir. Até porque também estou nesta trilha e tentando descobrir o que há de vir. Mas gostaria de ter ao meu redor pessoas com  mais ousadia, determinação, e coragem.

E fica a questão:
Como seria se eu tivesse feito escolhas diferentes????

15 comentários:

  1. Queridos visitantes, amigos e blogueiros, fiz o meu comentário em relação aos comentários existentes ao final de cada uma das postagens anteriores. Como não esperava que fosse haver tantos na 2ª, a partir desta tentarei comentar abaixo de cada um. Bjos e comentem. BEM VINDO AOS 30!!!!

    ResponderExcluir
  2. Manu, minha Amada,
    Como sempre textos maravilhosos, levando a contemplações e reflexões curiosas, importantes e profundas.
    Não gosto de pensar nas conseqüências de escolhas que não fiz, pois isto poderá levar aos famosos e famigerados pensamentos “e se...”. Não sou daqueles que dizem: Não me arrependo das coisas que fiz, mas só a das que não fiz. De jeito nenhum que sou destes. Procuro apenas viver com minhas atitudes e conseqüências advindas destas. Também não digo que é a melhor maneira de se lidar com meu livre-arbítrio, mas é assim que lido com ele. Foco na frente e perseverança.
    Beijos e eu te amo.

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Weuler, sabe que, pra mim, ficar se lamentando e se justificando o tempo todo não traz nada a não ser angústia.Temos que ter a força de seguir em frente e saber que o que não tem solução, solucionado está,e, sempre aprendendo.Tentando evitar sofrimentos e angústias, a vida fica muito mais leve. Amo seus comentários e claro amo muiiiiito mais vc! Saudades! Bjoss

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante Carina, este meio que você usa para compartilhar sua experiência e se expressar de diferentes formas, muito bom, abraço.

    ResponderExcluir
  5. Obrigada Baú!!!! Adoro seu blog! Volte sempre!

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pela visita.

    gostei de seu post (não li o blog pois estou no serviço agora, mas estou seguindo para ler depois) é bom saber o que as pessoas tem a dizer de suas experiencias e aprender juntos as lições.

    ResponderExcluir
  7. Obrigada Ronaldo. Aguardo sua opinião sobre o post. Acredito que se expressando e trazendo discussões em conjunto, vc deixa de crescer sozinho e passa a crescer no meio. Gostei muito do seu blo, pd ter certeza que será sempre marcado com minha presença. Bem vindo aos30!

    ResponderExcluir
  8. Hoje mesmo minha filha que aos 19 anos está prestes a entrar na fase adulta da vida me disse que a vida é feita de escolhas, somente de escolhas. Sim querida, de escolhas e das consequências dessas escolhas, respondo. Não penso mais SE tivesse sido diferente, mas PODE SER diferente. Esse é o poder que temos enquanto estivermos vivos.
    Sucesso !!!!
    e vou ficando por aqui, acompanhando sua caminhada

    ResponderExcluir
  9. Oi Andrea! Seja bem vinda! Pois é exatamente isso que vc disse, consequências virão e sempre teremos como transformá-las em boas ou más mas, o mais importante é tentarmos sempre fazer a melhor escolha para aquilo que almejamos.Não quero dar de cara comigo emplastada no sofá daqui alguns anos,pensando no arroz e feijão que deveria ter cozinhado agora, né? Bjoooo

    ResponderExcluir
  10. Seguindo e amando seu blog esse filme é mesmo tudo de bom amoooooooooooo.Te espero por lá viu.
    Vou aguardar sua visitinha .
    Meus cantinhos:
    Blog 1=http://plantaodabeleza.blogspot.com/
    Blog 2=http://minhasdivaspop.blogspot.com/
    /(,")\\
    ./_\\.
    _| |_................Beijossssssssss simara

    ResponderExcluir
  11. Obrigada Simara e bem vinda!!!! O filme é uma relíquia, indico a todos! E compensarei a visita. BJKS

    ResponderExcluir
  12. Obrigado pela visita.
    Sem dúvida é um ótimo filme.
    sobre a pergunta, prefiro outra: "o que eu ainda posso fazer diferente e não fiz?". Revisitar o passado para aprender com os erros é importante, mas jamais para pensar se o meu presente poderia estar melhor (ele nunca estará melhor, ele estará exatamente como estará quando eu fizer a pergunta, se não, não seria o presente).

    ResponderExcluir
  13. Oi Júnior! Obrigada também a visita. Gostei da sua pergunta e pode até colocar em um próximo post. É vivendo e aprendendo e concordo exatamente com você, mas revisitar o passado, acredito que é bom, justamente para podermos entender um pouco o que está sendo escrito no presente. Bjos e volte sempre!

    ResponderExcluir
  14. Muito boommm esses meus 30... tenho feito descobertas incríveis! Não só a respeito dos outros e do mundo, mas principalmente a respeito de mim mesma. Isso tudo me fez olhar a vida sob uma outra perspectiva!!! Irmã! Muito bom poder dividir tudo, tudo com você... sempre e para sempre!

    ResponderExcluir
  15. Minha Carlinha!!!!Tudo vale a pena se alma não é pequena!!!! Te amo, e estarei aqui te esperando sempre com seus comentários que adorooo!!!!

    ResponderExcluir